Caderno Digital
Pesquisa Ciclo Palavra Chave

Os Meus Textos


Concurso Interno de Poesia

1º Lugar

Meu Mar
 
Um imenso azul e branco,
Que dança todo o dia.
Inspiração livre,
Beleza, pureza, alegria…
 
Dança sempre em harmonia
Com o vento!
Este maravilhoso sopro humano,
Que leva consigo o tempo!
 
E do céu surgem criaturas brancas,
Que pairam sobre o mar,
Admiram sua grandeza
E não param de voar!
 
Seu azul transparente,
Sua majestosidade!
Livre e intenso
Que me lembra a saudade!
 
Ondas leves e suaves,
Levam consigo garrafas com mensagens!
Que viajam pelo Mundo
Em direção ao futuro…
 
Nítido e verdadeiro!
Lindo e cheio de bravura.
Meus olhos deliciam-se
Com esta dádiva!
Com esta loucura!
 
Meu mar,
Tu que dás vida ao meu Mundo,
Jamais deixarei de te amar!
                                                Ana Rita Russo 7º C


2º Lugar

Afinal, o que é o mar?
 
Mar:
Mundo de seres fabulosos,
Desafios perigosos,
Que só os corajosos
Irão ultrapassar.
 
Desde rápidas sardinhas
À baleia mais lenta,
E lindas sereias
Com os cabelos ao vento.
 
Mar:
Misterioso planeta ondulante,
Com tesouros flutuantes.
Dos mais raros
Que se irão encontrar.
 
Mar:
Galáxia de sonhos
Ou pesadelos medonhos,
Que sem desistir
Irei sempre enfrentar.
                                                   Alice Chagas, 8ºD



3º Lugar

O MAR
 
A ostra passou e disse:
- Gosto de Ti!
E o mar correu mais devagar…
 
A concha passou e disse:
- Gosto de ti!
E o mar deixou de as levar…
 
A onda passou e disse:
- Gosto de ti!
E o mar deixou de ondular…
 
O navio passou e disse:
- Gosto de ti!
E o mar levou-o a atracar…
        
O cardume passou e disse:
- Gosto de ti!
E o mar saltou na rocha de alegria!
                                                           Bruna Fresco, 6ºD





Uma volta ao Mundo

 

Era uma vez uma sereia que queria dar a volta ao Mundo! Mas ela não queria uma viagem monótona, queria viajar num segundo! A sua cauda era grande, brilhante, colorida e estonteante! Conseguiria ela dar a volta ao Mundo? Conseguiria ela fazê-lo com a sua grande cauda apenas num segundo?! Escutem com atenção, oiçam bem o que vai acontecer, porque apenas numa viagem, mil aventuras ela irá viver!
Chegou a hora, sem bagagem, sem mala, sem nada, para evitar as saudades que possa ter na viagem, rasga tudo! Rasga a sua concha, rasga os seus amigos, rasga a sua família, rasga tudo e viaja à mercê da maré com a sua alma cheia de fé!
A sua cauda ondula suavemente, na sua cara há uma expressão contente! Segue em frente e chega ao fim do mar, ao início de um rio que lá foi desaguar. Mal sabia ela que tinha nadado contra a corrente! Mas segue em frente. E chega ao rio Sena; a sua cabeça espreita, e vê montes de artistas, pintando seus belos quadros! Mas a corrente leva-a e vai parar às praias de Portugal! Vê mil paisagens lindas, que ela pensava que fosse algo banal. Lá veio a corrente que a levou às cataratas do Niágara, ora isso sim é beleza! Não há sombra de incerteza de que aquele lugar não seja o mais belo! Mas o tempo escasseia, e levada pela corrente, lá foi a sereia! Visitou tantas zonas do Mundo: Antártida, as margens da Oceânia, o Pacífico, é tão magnífico, até se conseguiu infiltrar num riozinho e visitar zonas do Brasil!...
Enfim, ela aprendeu que o Mundo é lindo e nada monótono! Tantas aventuras que ela viveu, ou melhor, que os olhos dela viveram! Ela conseguiu dar a volta ao Mundo num segundo, pois, apesar de tudo isto ter demorado tanto, para ela, tudo aquilo passou num segundo!
Que viagem tão curta e maravilhosa! O Mundo é pequeno!
 
 
Ana Rita Russo, nº2, 6ºD
Partilhar nas redes sociais  Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Twitter Partilhar no LinkedIn

        visita virtual biblioteca.jpg

       
      
          Catálogo 
   

        

        

       
 

Formação Professores